Fotografo: BETEL
...
SANDERO STEP WAY 1.6 8V Easy-r 4p

O Sandero Stepway surgiu como uma versão do hatch francês, destinado a competir no segmento dos chamados aventureiros urbanos.
 
Seu relativo sucesso no Brasil veio com a mesma receita usada pelo Sandero, ou seja, oferecer um modelo honesto, robusto e com bom espaço interno.
 
Além disso, seu visual diferenciado cativou muitos que procuravam um compacto estiloso, capaz de enfrentar com mais facilidade as dificuldades “off-road” das péssimas vias brasileiras.
 
Sandero Stepway – história e detalhes
 
O Sandero foi lançado no Brasil no final de 2007, ocasião onde ainda não existia o Sandero Stepway. Ele chegou aqui depois de aparecer no Salão de Frankfurt daquele mesmo ano. Ele veio como produto de uma parceria entre a engenharia da marca no Brasil e na Romênia (onde são vendidos pela marca Dacia).
 
Com objetivo claro de ser um hatch compacto para mercados em desenvolvimento, como é o caso dos países no Leste Europeu e na América Latina, o Sandero chegou para substituir o Clio e ser o principal produto da marca por aqui.
 
Apesar de manter o Clio como um modelo de entrada, a Renault apostava forte no Sandero. Suas vantagens eram claras, pois ele continuava sendo um modelo com bom custo-benefício e com um espaço interno muito melhor, algo que sempre foi criticado em relação ao antecessor.
 
Apesar de ser meio grandalhão e não muito carismático, o Sandero logo se tornou uma opção interessante para os brasileiros, em parte devido a seu amplo espaço interno, e esse sucesso se refletia nas vendas. Aliás, é assim até hoje.
 
Em 2017, por exemplo, ele emplacou 67.344 unidades no Brasil, terminando o ano como o 6º carro mais vendido.
 
Parte disso se deve à grande variedade de versões oferecidas pela Renault, sendo o Sandero Stepway uma das principais. Tanto é que a marca costuma se referir a essa versão como um modelo independente, o Renault Stepway, apesar de suas diferenças serem apenas estéticas.
 
(Notícias Automotivas)